Você esta aqui Home Nossos temas Pessoa Idosa A Secretária

Pessoa Idosa

A Secretária

Maria Socorro Medeiros de Morais

Maria Socorro Medeiro de Moraes tomou posse na segunda-feira, 2 de outubro de 2017, do cargo de Secretária Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, do Ministério dos Direitos Humanos. Mestre e Doutora em Ciências da Saúde, é especialista em Nutrologia, Ginecologia, Obstetrícia, Citopatologia, Gerontologia e Medicina do Envelhecimento, com mais de 10 anos de pesquisas nesta última área.

A secretária é médica e enfermeira formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde atuou como docente de 1998 a 2014, presidiu a junta médica do Instituto NatalPrev, coordenou a implantação do projeto pedagógico do curso de Medicina da Universidade Potiguar e exerceu a Medicina em clínicas do poder público e instâncias particulares.

Em 1989, colaborou com a implantação das ações programáticas do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, com ênfase nas ações de Prevenção do Câncer de Colo Uterino.

Maria Socorro também contribuiu com a elaboração e implantação do Projeto Pedagógico do Curso de Medicina da Universidade Potiguar, do qual foi coordenadora de 2007 a 2009. O curso carrega a marca de médicos com formação geral, humanista, crítica, reflexiva e ética, com capacidade para atuar nos diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, nos âmbitos individual e coletivo, com responsabilidade social e compromisso com a defesa da cidadania, da dignidade humana, da saúde integral do ser humano e fortalecimento da atenção básica..

Participou, ainda, do curso de imersão na prevenção das doenças crônicas do envelhecimento do Departamento de Medicina do Estilo de Vida da Escola de Medicina de Harvard.

Ao assumir o cargo na Secretária Nacional da Promoção e Direitos da Pessoa Idosa (SNPI), Maria Socorro destaca a relevância do Estatuto do Idoso, a formação de gestores e conselhos, e o atendimento das necessidades e desejos da sociedade por meio das políticas públicas.

“O Estatuto do Idoso e a Politica Nacional do Idoso serão nossos manuais que irão nortear nossa atuação em defesa do envelhecimento bem sucedido, ativo, empoderado  para que as pessoas idosas tenham verdadeiramente a sua cidadania respeitada no combate à violência, em fóruns permanentes, para assegurar as discussões sobre direitos, na replicação de experiências exitosas neste Brasil de muitos Brasis”, afirma a Secretária.

Socorro enfatiza que reconhece a complexidade da área e sabe das demandas que irá enfrentar, mas afirma que não temerá e cita Cora Coralina: "quero ter mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros porque aprendi desde cedo que mais vale lutar do que recolher tudo fácil. Antes acreditar do que duvidar!"

Foto: Kalina Veloso

Compartilhar

Desenvolvido com o CMS de código aberto Plone