Desaparecidos políticos na Vala de Perus

O Cemitério Dom Bosco, localizado no bairro de Perus na periferia de São Paulo, foi inaugurado no ano de 1971, pelo prefeito da cidade Paulo Maluf, e despertou, ainda na mesma década, a desconfiança de familiares de militantes desaparecidos pela ditadura. Em setembro de 1990, com apoio da prefeita Luiza Erundina, a desconfiança foi confirmada após a abertura de uma vala clandestina, de onde foram retirados 1049 sacos com ossadas não identificadas. Inicialmente, os ossos foram levados para o Departamento de Medicina Legal da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), de onde seguiram para o Instituto Médico Legal, em 2001, para serem analisadas pela Universidade de São Paulo (USP), após denúncias de más condições na preservação do material.

No ano de 2014 foi formado o Grupo de Trabalhos Perus (GTP), a partir da Portaria nº 620 de 9 de outubro de 2014, integrado pela Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP), pela prefeitura da cidade de São Paulo e pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), comprometido com a identificação dos remanescentes ósseos. O grupo avançou com as pesquisas e criou protocolos de busca e identificação de pessoas desaparecidas com o apoio de instituições internacionais. Recentemente, em 2017, a CEMDP, através do Ministério dos Direitos Humanos, firmou convênio com o International Commission on Missing Persons (ICMP), laboratório localizado na Bósnia com ampla experiência em identificação de pessoas desaparecidas em situações de conflito. Nessa ocasião, foram enviadas amostras das ossadas retiradas da vala clandestina, acompanhadas do material genético coletado junto aos familiares que buscam seus entes no local. A iniciativa rendeu a identificação do desaparecido político Dimas Antônio Casemiro, no início do ano de 2018.

As pesquisas do GTP estão garantidas para o ano de 2018, firmadas em um termo de conciliação estabelecido entre as partes envolvidas no GTP. Da mesma maneira, o laboratório ICMP continua recebendo remessas de ossadas a serem identificadas. 

Reportar erro