Notícias

MDH faz parcerias com escolas para deixar legado sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos

publicado: 13/09/2018 14h48, última modificação: 13/09/2018 14h49

Como parte das comemorações dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que serão celebrados em 10 de dezembro deste ano, o Ministério dos Direitos Humanos (MDH), em parceria com o Governo do Distrito Federal (GDF), com o apoio da Associação Inscrire, vai inaugurar em Brasília, em novembro, uma obra de arte monumental, em cerâmica, elaborada com a participação de centenas de alunos de duas escolas públicas do DF. Todas as pinturas serão alusivas à DUDH.  O projeto é executado pela Diretoria de Promoção e Educação em Direitos Humanos (DPEDH).

Para o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, é importante marcar a data de aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, num momento de tantas atrocidades contra os direitos das pessoas em todo o mundo. “A ideia é a de que as pessoas nunca se esqueçam da importância da preservação dos direitos humanos. Esta obra de arte será um monumento perene, que pretende alcançar corações e mentes”, disse o ministro.

A diretora de Promoção e Educação em Direitos Humanos da Secretaria Nacional de Cidadania do MDH, Juciara Rodrigues, avalia que “este projeto mobiliza alunos e educadores para refletir sobre os direitos humanos, culminando com uma obra de arte coletiva.

É um legado maravilhoso para toda a população de Brasília”.

Apresentação - Françoise Schein e  Philippe Nothomb, presidente da Inscrire, irão mostrar a experiência da artista e da associação no mundo e no Brasil, em evento na Embaixada da Bélgica, em Brasília, dia 13 de setembro, a convite do embaixador da Bélgica, Patrick Herman.

Inauguração - A obra de arte será instalada em local cedido pelo GDF, na saída do Metrô da Galeria dos Estados, na Asa Sul. A inauguração da obra ocorrerá no dia 22 de novembro de 2018, às 10 horas. Os alunos participantes, de duas escolas do Distrito Federal (CED, em Ceilândia, e Gisno, na Asa Norte) também serão presenteados com a instalação de uma obra de arte nas respectivas escolas. 

O projeto já começou a ser implementado nas escolas do DF. Uma parte da produção está sendo realizada no Rio de Janeiro, onde se encontra a sede da associação, e outra parte em Brasília, no Museu Vivo da Memória Candanga.

Associação - A associação Inscrire é referência mundial na criação artístico-pedagógico urbano na área dos direitos humanos. Foi fundada em Paris, nos anos noventa, pela artista plástica Françoise Schein, que idealizou a obra. O título geral das obras da artista plástica é “O Caminho dos Direitos Humanos”. Esta série já atravessa 21 países no mundo.

registrado em: ,
Reportar erro