Notícias

MMFDH divulga nota sobre feminicídio

publicado: 11/01/2019 15h41, última modificação: 11/01/2019 17h27

A nova gestão do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) está tomando pé dos problemas atinentes à pasta e o aumento dos casos de feminicídios é uma das grandes preocupações da ministra Damares Alves que tem acompanhado o tema com especial atenção.

Nesse sentido, o MMFDH tem prestado serviço à população no recebimento das denúncias de violência contra a mulher, através do canal Ligue 180, que é um canal específico para este tipo de denúncia, e encaminhado às autoridades competentes. De acordo com a ministra, esta é uma política pública essencial para o enfrentamento à violência contra a mulher em âmbito nacional e internacional.

Além de registrar denúncias de violações contra mulheres, encaminhá-las aos órgãos competentes e realizar seu monitoramento, o Ligue 180 também dissemina informações sobre direitos da mulher, amparo legal e a rede de atendimento e acolhimento.

Em 2018 foram registradas e encaminhadas 92.323 denúncias pelo Ligue 180.  Após o recebimento das denúncias os encaminhamentos são feitos diretamente às Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher – DEAM’s, de acordo com os respectivos tipos de violação, no intuito promover maior agilidade quanto à apuração das denúncias, sobretudo àquelas que necessitam de retorno imediato, como nos casos de violências mais graves e urgentes.

O Ligue 180 disponibiliza os seguintes canais para que a cidadã se manifeste: Brasil: telefone 180; Mensagem eletrônica (e-mail): ligue180@mdh.gov.br; Aplicativo: Proteja Brasil e o formulário web pelo Humaniza Redes.

registrado em: ,
Reportar erro