Notícias

Fórum discute políticas públicas de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes

publicado: 25/07/2013 09h29, última modificação: 14/05/2018 23h29

O Coordenador de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, Joseleno Vieira dos Santos, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), participa nesta terça- feira (16), em Chapecó- SC, do I Seminário Regional pelo Fim da Exploração Sexual InfantoJuvenil. O encontro, que segue até esta quarta-feira (17), é fruto de uma parceria com as Prefeituras Municipais do estado de Santa Catarina.

 

Com o tema Violência e Exploração Sexual no Contexto de Políticas Públicas, a edição 2013 do seminário tem como objetivo articular propostas de enfrentamento junto à rede de atendimento de crianças e adolescentes, visando a superação de ações fragmentadas e isoladas no atendimento às crianças e adolescentes vítimas da violência sexual, bem como suas famílias.

 

Considerando a realidade do Município de Chapecó, onde o Conselho Tutelar, porta de entrada das denúncias e do atendimento, tem recebido mais de 10 denúncias confirmadas por semana, o Fórum tem sido um dos principais responsáveis pelo encaminhamento de ações de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes.

 

O Fórum realiza um trabalho de preparação das pessoas que atuam em instituições e entidades que integram a rede de atendimento às crianças vítimas de violência sexual e às famílias. As ações são orientadas pelo Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNPDCA-PR).

 

Participam do encontro estudantes, professores, gestores e conselheiros municipais de políticas públicas de assistência social e dos direitos da criança e do adolescente, representantes do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e representantes do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca).

 

Assessoria de Comunicação Social

Reportar erro