Notícias

MDH assina acordo para implementar ações de educação financeira junto a pessoas idosas de baixa renda

publicado: 27/12/2018 09h49, última modificação: 27/12/2018 10h13

Um acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério dos Direitos Humanos (MDH), por meio da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa e a Associação de Educação Financeira do Brasil – AEF/Brasil,  assinado em Brasília dia 20 de dezembro, possibilitará a formação de milhares de pessoas idosas de baixa renda no país em estratégias de educação financeira.

Segundo o Secretário Rogério Ulson, dos 30 milhões de idosos no Brasil, 22 milhões são aposentados e/ou pensionistas. E cerca de 25% das famílias têm como principal fonte de renda a aposentadoria. “Estima-se mais de 4 milhões de pessoas idosas estejam em situação de inadimplência financeira, segundo o SPC E CNDL, com crescimento dos endividamentos dos mesmos”, acrescenta Rogério.

Sendo um grupo altamente vulnerável, são primordiais ações que garantam os direitos dos idosos relacionados à sua situação financeira, uma vez que o progressivo endividamento, além de ferir a dignidade e autonomia desse grupo etário, poderá ser causa desencadeadora de doenças e sofrimento psicológicos como isolamento social, baixo autoestima, depressão, entre outras e, inclusive, de privação no acesso aos demais direitos básicos, como alimentação. Estima-se, com a parceria, a formação anual de mais de 300 mil idosos de baixa renda.

Clique aqui para visualizar o material desenvolvido para a implementação das estratégias.

Reportar erro
registrado em: ,