Notícias

MDH participa de 4ª viagem de interiorização de imigrantes venezuelanos

publicado: 03/07/2018 11h31, última modificação: 03/07/2018 11h32

Nesta terça-feira (3), representantes do Ministério dos Direitos Humanos vão pela quarta vez à Roraima a fim de acompanhar e dar suporte à interiorização de imigrantes venezuelanos. A ação envolve um subcomitê federal que inclui os Ministérios da Justiça, do Desenvolvimento Social, do Trabalho, da Segurança Pública e das Relações Exteriores. Organismos internacionais como ACNUR, OIM E UNFPA também integram a missão.

“Temos acompanhado todas as viagens de interiorização. Até o momento, 694 dos imigrantes já foram direcionados para cidades como São Paulo, Cuiabá, Manaus, Rio de Janeiro, Igarassu e João Pessoa”, destaca o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha.

Tais destinos são escolhidos de acordo com as vagas ofertadas em abrigos que podem acolher os venezuelanos em todo Brasil. De modo geral, os imigrantes interiorizados são os mais vulneráveis e encontram-se em abrigos em Roraima.

Para a atual missão, a previsão é de que sejam interiorizadas 163 pessoas. Desse total, 69 irão para o abrigo Aldeias Infantis SOS, em Igarassu-PE; 44 irão para a Casa de Acolhida do Imigrante, em João Pessoa-PB; e 55 irão para o Aldeias Infantis SOS, no Rio de Janeiro-RJ. Cada cidadão, antes de viajar, terá a documentação regularizada, inclusive com CPF e CTPS – além de serem imunizados com as vacinas necessárias.

Reportar erro
registrado em: