Notícias

No Paraguai, autoridades do Mercosul debatem políticas públicas e boas práticas em Direitos Humanos

publicado: 05/06/2018 00h00, última modificação: 05/06/2018 17h16
No Paraguai, autoridades do Mercosul debatem políticas públicas e boas práticas em Direitos Humanos

Na sexta-feira (08), o ministro Gustavo Rocha representa o Brasil na plenária de ministros e altas autoridades.

O Ministério dos Direitos Humanos participa durante esta semana da XXXI edição da Reunião de Altas Autoridades em Direitos Humanos do Mercosul e Estados Associados (RAADH), em Assunção, no Paraguai. Na sexta-feira (08), o ministro Gustavo Rocha representa o Brasil na plenária de ministros e altas autoridades. Entre 04 e 07 de junho, nove grupos de trabalhos de representantes dos governos se reúnem para debater temáticas específicas.

No encontro, os países trocam informações sobre políticas públicas em direitos humanos e como os governos lidam com os principais desafios das pautas na região. O Paraguai, que preside esta edição da RAADH, colocou em pauta assuntos como o direito à moradia e as políticas públicas para infância e adolescência.

Os grupos de trabalho que antecedem a plenária fazem o trabalho preparatório nos seguintes temas: educação e cultura em direitos humanos; direitos das pessoas idosas, pessoas com deficiência e população LGBTI; memória, verdade e justiça; direitos das mulheres; combate ao racismo e xenofobia, além de trabalhos sobre comunicação em direitos humanos.

Para o encontro, o Brasil prepara a apresentação de uma série de boas práticas nacionais que podem servir como referência para outros países, como a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes de Discriminação (DECRIN), o planejamento de um curso para agentes públicos sobre direitos LGBTI, o trabalho conjunto das instituições brasileiras na busca e localização de desaparecidos políticos no período da ditadura e o Programa Brasil Mulher.

Reportar erro
registrado em: ,