Notícias

Empresas e Direitos Humanos foram tema de debate na “Conferência Ethos – 20 anos”

publicado: 26/09/2018 18h31, última modificação: 26/09/2018 18h31

Representando o Ministério dos Direitos Humanos, o secretário nacional de Cidadania, Herbert Barros, participou da “Conferência Ethos – 20 anos”, no painel "A implementação pelo Brasil das recomendações do Grupo de Trabalho da ONU sobre Empresas e Direitos Humanos". O evento aconteceu nesta quarta-feira (26), em São Paulo.

A ideia principal do evento foi debater como o Estado brasileiro pode avançar na criação de garantias e reparos às populações que tiveram seus direitos violados, principalmente a que se refere aos defensores de direitos humanos. Outro ponto discutido foi como desenvolver processos educativos para prevenir as violações relacionadas à questão ambiental.

De acordo com o secretário, a preparação do plano de respostas é uma iniciativa muito relevante pois, de um lado, divulga o tema e sensibiliza atores importantes do governo, da sociedade e do setor produtivo e, de outro, possibilitará uma visão do cenário atual de como está o tratamento do tema no país. “A partir dele, o Brasil poderá firmar novos compromissos para avançarmos na implementação dos principais orientadores”, afirmou Herbert Barros.

No evento, Herbert Barros ressaltou que o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, incrementou o Programa Nacional de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos (PPDDH) com recursos de R$ 5 milhões. A iniciativa pretende aumentar as condições de segurança dos profissionais vulneráveis pela própria atuação de risco.

O debate contou com a participação do assessor do programa de desenvolvimento e direitos socioambientais na Conectas Direitos Humanos, Jefferson Nascimento, a pesquisadora e representante sênior para o Brasil, Portugal & Países Africanos de língua portuguesa da Business e Human Rights Resource Centre, Júlia Mello Neiva, o diretor de sustentabilidade e responsabilidade social do Carrefour Brasil, Paulo Pianez; e a coordenadora de projetos em práticas empresariais e políticas públicas do Instituto Ethos, Sheila de Carvalho.

Reportar erro