Notícias

Ministro dos Direitos Humanos se reúne com procurador-geral do Rio de Janeiro

publicado: 03/09/2018 18h24, última modificação: 03/09/2018 19h22
Reunião

O ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, se reuniu nesta segunda-feira (3) com o procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, José Eduardo Ciotola Gussem, oportunidade em que foi informado sobre as investigações acerca do assassinato da vereadora Marielle Franco.

Também participou da reunião, que aconteceu no gabinete do procurador, no Rio de Janeiro, o secretário-executivo do Ministério dos Direitos Humanos (MDH), Engels Muniz. Após o encontro, o ministro e sua comitiva conheceram o programa MP em Mapas, ferramenta digital do Ministério Público do Rio de Janeiro, que permite a atuação mais ampla e preventiva do órgão em todos os 91 municípios do Rio de Janeiro.

Caso Marielle

Na última sexta-feira (31), o ministro recebeu em seu gabinete, em Brasília, Mônica Benício, viúva da parlamentar, que manifestou preocupação com a investigação do crime. “Não podemos permitir a impunidade, temos que unir forças para desvendar esse caso”, afirmou o ministro na ocasião.

No encontro, foi oferecida proteção à ativista, por meio do Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos (PPDDH). O ministro prometeu atuar junto às autoridades federais para viabilizar parcerias que possam agilizar a solução do assassinato da vereadora, uma notável defensora dos direitos humanos. “Além de ofertar o PPDDH, estamos à disposição para o diálogo com outras autoridades”, complementou Gustavo Rocha.

Reportar erro