Notícias

Juventude apresenta suas entregas dos 100 dias ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

publicado: 12/04/2019 19h18, última modificação: 12/04/2019 19h19
Juventude

Na manhã desta sexta-feira (12), por ocasião dos 100 dias de governo, os titulares das oito Secretarias que compõem o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) apresentaram as ações das respectivas áreas em evento promovido pelo órgão. Na oportunidade, a secretária nacional da Juventude, Jayana Nicaretta da Silva explanou, em nome de toda a equipe da Secretaria, todas as entregas que foram feitas nos primeiros 100 dias de gestão.

No primeiro momento, Jayana apresentou o sucesso do Inova Jovem EAD, um projeto nacional voltado aos jovens de 15 a 29 anos que desejam mudar de vida através do empreendedorismo. Até o último dia 10, 148 municípios brasileiros solicitaram a abertura de turmas e, com isso, mais de 7 mil jovens poderão sair dos cursos capacitados para empreender.

Algumas aulas já estão em andamento, e os jovens inscritos têm acesso a todo o material de capacitação do Inova Jovem, em sua versão digital. Estão sendo disponibilizadas apostilas de empreendedorismo em dez etapas, e dez vídeos explicando o passo a passo de cada etapa. Além disso, o aluno também tem acesso a cinco e-books complementares que apresentam dicas para empreender e como realizar vendas por meio das redes sociais.

A secretária apresentou também o Espaço 4.0 e o Comitê Agenda Juventude 4.0. O primeiro é um equipamento público em forma de container que será doado pelo Governo Federal para os municípios e comunidades mais afastadas do país. O objetivo é “alcançar aqueles que ainda não foram alcançados”, como frisou a ministra em sua visita à SNJ no começo do mês. Segundo a secretária, este espaço será equipado com o que há de mais moderno, como computadores de última geração, impressoras 3D, máquinas de cortes a laser e muito mais. “Esta iniciativa é de extrema importância para a qualificação dos jovens para as novas demandas do mercado de trabalho”, afirmou.

Sobre o Comitê, Jayana disse que ele está sendo criado para discutir, alinhar e planejar ações que já estão em andamento em outros órgãos e instituições públicas e privadas voltadas para a juventude. A intenção é tornar as políticas públicas mais eficazes e fortes. Para isso, foram firmadas diferentes parcerias com diversos órgãos e entidades.

O Prêmio Nacional de Inovação em Políticas Públicas de Juventude também foi anunciado no evento. Ele é uma iniciativa da SNJ, cujo objetivo é premiar experiências exitosas na implementação de inovações em políticas públicas voltas para a juventude nos municípios brasileiros e valorizar equipes de servidores públicos comprometidos com a construção de alternativas inovadoras para a implementação destas, aumentando a qualidade da prestação de serviços públicos e a eficiência das ações governamentais.

Demais entregas da SNJ também foram expostas, como o evento “O Protagonismo da Mulher Jovem no Brasil”, o evento “Seminário Sinajuve para Gestores Estaduais de Juventude”, o GT do combate ao suicídio e a automutilação, a missão em Brumadinho, a ação nacional do Dia Mundial do Teatro para a Infância e Juventude”, suas participações em debates de juventude dentro e fora do país, assim como manifestações contributivas em diversas leis e notificação ao Ministério Público em defesa da juventude.

Reportar erro