Notícias

Ministério entrega 17 kits de equipagens a Conselhos da Pessoa Idosa

publicado: 03/04/2019 19h51, última modificação: 04/04/2019 10h39
1 | 4
Fotos: Willian Meira - Ascom/MMFDH
2 | 4
3 | 4
4 | 4
Entrega de kits aos conselhos
O deputado federal Roberto de Lucena, ministra Damares Alves e o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do ministério, Antônio Costa, compôs a mesa do evento. (Foto: Willian Meira - MMFDH).
Durante o evento, a ministra Damares Alves e o secretário nacional da SNDPI/MFDH, Antônio Costa, assinaram os Termos de Doação dos Kits de Equipagens, juntamente com os prefeitos presentes. (Foto: Willian Meira - MMFDH)
O evento contou, ainda, com a presença dos deputados autores das emendas parlamentares, entre outras autoridades e convidados. (Fotos: Willian Meira - MMFDH)

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) realizou cerimônia de entrega simbólica de 17 kits para Conselhos da Pessoa Idosa, nesta quarta-feira (03), em Brasília. Durante o evento, a ministra Damares Alves e o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do ministério, Antônio Costa, assinaram os Termos de Doação dos Kits de Equipagens, juntamente com os prefeitos presentes.

A equipagem consiste na doação de três computadores, três webcans, um projetor de imagem, um televisor, um veículo zero quilômetro, uma impressora, uma caixa acústica e um bebedouro. O investimento totaliza a soma de R$ 1.670.000,00, recursos destinados por emendas parlamentares. Dos 17 municípios contemplados, seis são do Rio Grande do Norte, três do estado do Rio de Janeiro, dois de Santa Catarina, dois do estado de São Paulo, dois da Paraíba e dois do Amapá.

“Temos 30 milhões de idosos no Brasil e, ainda hoje, é crescente a violência contra a pessoa idosa. Recebemos vídeos neste ministério de denúncias de diversos abusos cometidos contra os idosos e de agressões físicas, além das recebidas por meio do Disque 100 (Disque Direitos Humanos)”, afirmou a ministra.

A titular do MMFDH observou, ainda, que é preciso mudar a realidade do nosso país. “Uma nação que não ama e respeita seus idosos, é uma nação destinada ao fracasso. É por isso que esse ministério vem na contramão. Nós vamos fortalecer os municípios, o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, e é isso que estamos fazendo aqui hoje, fortalecendo os conselhos que estão lá na ponta, cuidando dos idosos no Brasil”, disse.

“Essa doação dos kits de equipagens cria condições para o Conselho trabalhar. Essa é a proposta do Governo Federal, ninguém será deixado para trás, nenhum idoso ficará para trás. Todos serão alcançados. Vamos trabalhar para que todos os municípios que precisam dessa equipagem recebam esse recurso”, completou a ministra.

Cooperação

De acordo com o secretário Antônio Costa, “a ação é um orgulho, pois em menos de 100 dias da nova gestão, conseguimos empenhar as emendas parlamentares, executando-as, para que a ministra Damares pudesse realizar hoje essa entrega simbólica”. Na ocasião, ele destacou também a inauguração das cinco unidades piloto do Programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável, uma já realizada e as outras agendadas para o fim deste mês.

“Para os senhores prefeitos, que esses kits sejam símbolo do desenvolvimento das políticas públicas direcionadas à pessoa idosa. Esse despertamento precisa acontecer agora, porque temos que preparar a sociedade brasileira para um envelhecimento ativo e saudável, mediante a inserção da família, das crianças. O Estatuto do Idoso precisa ser conhecido e reconhecido a começar nas escolas. O respeito à pessoa idosa precisa estar alicerçado na cultura do país, para que essas e outras políticas públicas possam chegar de modo efetivo à população idosa de todo o Brasil”, concluiu o secretário.

Direitos

O deputado federal Roberto de Lucena também compôs a mesa do evento. No currículo do parlamentar, constam o fato de que ele foi o primeiro presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa – CIDOSO (2016-2017), além de coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Integridade e Prioridade Absoluta da Pessoa Idosa (2018), sendo um dos autores da proposta de lei que criou a Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa.

“Hoje tenho a certeza de que meus netos serão idosos respeitados, valorizados, em um país no qual seja possível viver mais com qualidade de vida”, afirmou Lucena.

O evento contou, ainda, com a presença dos deputados autores das emendas parlamentares, entre outras autoridades e convidados.

Reportar erro