Notícias

Em visita técnica à Região Sul, secretária da SNJ assina plano de trabalho para a implementação do Espaço 4.0

publicado: 05/08/2019 16h49, última modificação: 05/08/2019 17h24
Em visita técnica à Região Sul, secretária da SNJ assina plano de trabalho para a implementação do Espaço 4.0

Foto: SNJ/MMFDH

A secretária nacional da Juventude, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Jayana Nicaretta da Silva, esteve nos municípios de Chapecó/SC e Londrina/PR, com a finalidade de assinar plano de trabalho voltado à instalação do Programa Espaço 4.0.

Uma iniciativa da Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), o Programa foi criado com o objetivo de proporcionar acesso aos recursos tecnológicos necessários. A proposta consiste em potencializar as habilidades e competência técnicas dos jovens, visando aumentar suas perspectivas de ingresso no mercado de trabalho.

Londrina

Nesta segunda-feira (05), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, recebeu a secretária Jayana em seu gabinete para discutir as primeiras tratativas da implantação do Espaço 4.0 no município.

Na ocasião, o plano de trabalho foi assinado pela titular da SNJ e pelo prefeito, assim como foram realizadas visitas técnicas em prováveis espaços para receber o programa, como a Escola Municipal Zumbi dos Palmares e a Escola Municipal Maestro Roberto Pereira Panico.

Chapecó

Dentre os municípios que receberão o projeto-piloto está Chapecó, cuja assinatura do plano de trabalho foi realizada no último dia 29 de julho. O documento também foi assinado pelo prefeito do município, Luciano Buligon, e secretária de Assistência Social, Ulda Baldissera. Esse plano prevê todas as ações a serem desenvolvidas para a efetiva implementação do programa.

Após a assinatura, a secretária Jayana e a equipe da Prefeitura Municipal foram visitar o bairro São Pedro, área de alta vulnerabilidade social, onde conheceu dois possíveis locais para a instalação do Espaço 4.0.

Espaço 4.0

A SNJ lançará, na 1ª etapa de implementação do projeto Espaço 4.0, projeto-piloto por meio de celebração de convênio. O repasse será no valor de R$ 300 mil, sendo R$ 200 mil de investimento e R$ 100 mil de custeio. O programa viabilizará dois projetos arquitetônicos de contêineres customizados em modelo de laboratório de criação.

O município/Distrito Federal deve indicar local para instalação do container, garantir o fornecimento contínuo de água e esgoto, energia elétrica, bem como de internet. Deve também encaminhar dois servidores para adquirir capacitação e treinamento para monitorar o uso ideal dos equipamentos no Espaço 4.0.

No Espaço serão desenvolvidas oficinas para qualificação dos jovens para o mercado de trabalho, definidas de acordo com um estudo prévio na região, para se adequar às realidades locais como, por exemplo, oficinas de artesanato, marcenaria, entre outros.

Reportar erro