Notícias

Semana Nacional da Juventude: SNJ apresenta ações em seminário de jovens líderes

publicado: 14/08/2019 10h44, última modificação: 14/08/2019 10h44
Semana Nacional da Juventude: SNJ apresenta ações em seminário de jovens líderes

Foto: Divulgação

Como parte da agenda da Semana Nacional da Juventude, a Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), participou do Seminário Nacional de Jovens Líderes, realizado pelo Partido Republicano do Brasil (PRB) na última segunda-feira (12).

Na ocasião, a titular da juventude, Jayana Nicaretta da Silva, palestrou para os jovens presente. Em sua exposição, ela destacou a atenção especial que a nova gestão tem dado à profissionalização do jovem e ao ingresso no mercado de trabalho. “Hoje a juventude sofre com a falta de oportunidades e perspectivas. Por isso, todos os nossos esforços estão voltados para estes problemas. Queremos que os jovens desenvolvam habilidades consoantes com as novas demandas profissionais”, explicou.

Programas

Ainda na palestra, Jayana destacou os programas da Secretaria que estão em sintonia com as competências relacionadas à 4ª Revolução Industrial. “O jovem precisa se atualizar e se adaptar ao novo cenário mundial. Muitas das profissões que temos hoje não existirão em alguns anos. Estamos investindo em programas focados nas áreas de tecnologia e de empreendedorismo”, afirmou.

Dentre os projetos da SNJ estão o Espaço 4.0, baseado nos fab labs desenvolvidos no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts). Os laboratórios possibilitam ao jovem carente o acesso à capacitação tecnológica com equipamentos de última geração. O órgão também apresentou e o Empreenda Jovem, projeto em desenvolvimento que busca diminuir o êxodo rural e fomentar o empreendedorismo jovem.

Legislação

Além do desenvolvimento de projetos e programas, a SNJ tem contribuído na criação e alteração de leis que afetam a juventude. As contribuições perpassam entre a Lei de Notificação Compulsória de Automutilação e Suicídio (Lei nº 13.819/2019), e a Lei de Aprendizagem, que tem como um dos pilares a garantia de uma experiência mais proveitosa para o jovem, além de facilitar e estimular a contratação desta parcela da população pelas empresas parceiras.

Reformas

A secretária também debateu as reformas que estão sendo discutidas no atual cenário político do país. “Temos a reforma do ensino médio, que dará liberdade para o aluno escolher disciplinas de que tem maior afinidade. É um grande avanço que ajudará o jovem a se adequar ao mercado”, afirmou.

Reportar erro