Notícias

Disque 100 abre canal específico para denúncias referentes a alojamentos e centros de treinamento

publicado: 08/02/2019 11h52, última modificação: 08/02/2019 13h31

Oferecido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) abriu canal específico para denúncias que envolvam violação de direitos em alojamentos e Centros de Treinamento (CTs). A medida visa estender a atuação do Poder Público nos mais diversos espaços.

Sobre o incêndio na manhã desta sexta-feira (08), que matou 10 adolescentes e deixou três gravemente feridos no CT do clube Flamengo, no Rio de Janeiro, a ministra Damares Alves lamenta o ocorrido.

“Minha solidariedade às famílias e amigos. A nação brasileira está em luto por estas vidas. Além das investigações e medidas de reparação, vamos ressaltar a importância de ações preventivas, do cuidado para evitar situações semelhantes. Neste sentido, o Disque 100 vai atuar no conjunto destas ações específicas e de prevenção”, afirmou a ministra.

Disque 100

O Disque 100 funciona diariamente 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel (celular), bastando discar 100. O serviço também pode ser acionado por meio do aplicativo Proteja Brasil e site Humaniza Redes.

O serviço pode ser considerado como “pronto-socorro” dos direitos humanos, pois atende também graves situações de violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estão em curso, acionando os órgãos competentes, possibilitando o flagrante.

Reportar erro