Notícias

Ministra Damares envia representante a São Carlos/SP para acompanhar caso de indígena que teve o braço amputado

publicado: 18/02/2019 13h17, última modificação: 18/02/2019 18h06


Representando a ministra Damares Alves, a secretária nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Sandra Terena, está em São Carlos/SP nesta segunda-feira (18) para acompanhar o caso do indígena que teve o braço amputado após agressões. Às 15h30, a integrante do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) vai à delegacia entregar denúncia recebida pelo Disque 100 (Disque Direitos Humanos), que diz respeito à tortura e espancamento contra o indígena da etnia Pareci. Às 16h15, a secretária visita a vítima.

As ações serão realizadas em parceria com membros da Comissão dos Direitos Humanos da Organização dos Advogados do Brasil (OAB) e representantes da sociedade civil. De acordo com informações das autoridades locais, o homem agredido tem 39 anos, é ajudante de serralheiro e foi espancado após discussão em um bar.

Disque 100

O Disque 100 funciona diariamente 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel (celular), bastando discar 100. O serviço também pode ser acionado por meio do aplicativo Proteja Brasil e site Humaniza Redes.

O serviço pode ser considerado como “pronto-socorro” dos direitos humanos, pois atende também graves situações de violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estão em curso, acionando os órgãos competentes, possibilitando o flagrante.

Reportar erro