Notícias

Secretária nacional da Família defende valorização da vida e equilíbrio familiar

publicado: 04/02/2019 17h37, última modificação: 04/02/2019 17h54
Secretária nacional da Família defende valorização da vida e equilíbrio familiar

Foto: Willian Meira - MMFDH.

“Temos como focos principais a projeção social e econômica da família, o equilíbrio família-trabalho e o cultivo da solidariedade intergeracional”. É com essa proposta que a advogada Angela Gandra aceitou o desafio de estar à frente da Secretaria Nacional da Família, no âmbito do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Ela tomou posse nesta segunda-feira (04).

Doutora em Filosofia do Direito e especialista em Antropologia Filosófica, a secretária nacional ressalta que visa promover políticas públicas eficientes em conformidade com os valores do governo Bolsonaro.

“Como professora de filosofia do Direito e Antropologia Filosófica, parece-me que o foco na família protagonizado por este governo é essencial como princípio da ordem social, no sentido de promover um verdadeiro desenvolvimento da sociedade como um todo, a partir do florescimento individual da pessoa em sua comunidade familiar, bem como o seu senso de copertença”, afirma a secretária.

Currículo

A secretária nacional da Família é professora de Filosofia do Direito na Escola de Direito CEU Law School, além de lecionar Teoria do Direito Tributário do Programa de Pós-graduação na Universidade Mackenzie. É representante na Câmara de Comércio Internacional (ICC) e integrante do Conselho Superior de Direito da FECOMERCIO. Também é Membro da Academia Brasileira de Filosofia (ABF) e da Academia Paulista de Letras Jurídicas (APLJ). Foi sócia da Advocacia Gandra Martins.

Reportar erro