Notícias

SNJ abre turmas EAD de empreendedorismo para jovens de baixa renda

publicado: 01/03/2019 13h26, última modificação: 01/03/2019 17h35

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), está disponibilizando aulas de ensino a distância (EAD) do Inova Jovem, um projeto nacional voltado à juventude que sonha em mudar de vida por meio do empreendedorismo, abrindo seu próprio negócio. A metodologia que será usada nos cursos será a by necessity, formulada pela Agência Besouro, que tem como foco o micro e o pequeno empreendedor.

Para que isso seja possível, os gestores municipais de juventude devem enviar a solicitação para a abertura das turmas em seu município através do e-mail operacional@agenciabesouro.com até o dia 10 de abril de 2019.

Serão atendidos jovens de 15 a 29 anos.  Assim que as turmas nos municípios forem abertas, os jovens poderão se inscrever e receberão logins e senhas para que tenham acesso a todo o material de capacitação do Inova Jovem, em sua versão digital. Serão disponibilizadas apostilas de empreendedorismo em dez etapas, e dez vídeos explicando o passo a passo de cada etapa. Além disso, o aluno também terá acesso a cinco e-books complementares que apresentam dicas para empreender e como realizar vendas por meio das redes sociais.

O Inova Jovem está embasado no artigo 14, do Estatuto da Juventude, que determina que é direito do jovem a profissionalização, o trabalho e a renda, exercido em condições de liberdade, equidade e segurança, adequadamente remunerado e com proteção social. Para tanto, devem ser adotadas políticas públicas voltadas para a promoção do trabalho para a juventude, como pretende este projeto, com o objetivo de cumprir o inciso V do artigo 15, da mesma lei – “adoção de políticas públicas voltadas para a promoção do estágio, aprendizagem e trabalho para a juventude”.

O projeto pretende auxiliar no combate à violência estimulando a autonomia financeira dos jovens. O objetivo é reduzir os índices de violência, pobreza e desigualdade, com ações de empreendedorismo e geração de renda. 

Reportar erro