Notícias

Parceria entre MMFDH e Ministério da Cidadania prevê ações estratégicas na promoção étnico-racial e assistência social

publicado: 22/01/2019 12h01, última modificação: 22/01/2019 12h02
MDH e Cidadania

Representantes da Secretaria de Assistência Social do Ministério da Cidadania se reuniram na manhã desta segunda-feira (21) com a equipe técnica da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SNPIR) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Na pauta do encontro, as primeiras ações do ano de 2019 no que se refere à assistência social.

O objetivo era apresentar para a secretária da SNPIR, Sandra Terena, resultados da parceria firmada entre os ministérios, que prevê o desenvolvimento de ações estratégicas na promoção étnico racial.

A Secretária Sandra Terena destacou a importância e continuidade desse fortalecimento institucional entre as secretarias para que a transversalidade da pauta seja efetiva. “Temos que fazer uma leitura ampliada dessa questão da igualdade racial para continuar dando visibilidade ao atendimento integral das comunidades quilombolas, da população negra e indígena”, ressalta.

O compromisso será formalizado por meio da elaboração de dois cadernos de orientações técnicas para o trabalho social com famílias de comunidades quilombolas e igualdade étnico-racial, tendo em vista um atendimento qualificado para as especificidades dos usuários do Sistema Único de Assistência Social.

Na oportunidade, a diretora do Departamento de Proteção Social Básica do Ministério da Cidadania, Marília Vilardemazeto, destaca que é necessário dar atenção aos valores e às tendências dessas populações, inclusive com o recorte da violência. “A SNPIR e a SNAS juntas nessa capacitação in loco, acrescentam um olhar técnico na integração da proteção social básica com a proteção social especial”, defende.

As próximas atividades no âmbito desse projeto preveem ainda a realização de capacitações em 10 estados em cinco regiões brasileiras para 500 servidores da assistência social, além da realização de uma oficina em parceria com o Instituto Federal de Goiás para a elaboração do material previsto, ainda nesse mês de janeiro.

Reportar erro