Notícias

MMFDH capacita o estado da Paraíba para receber o Programa Cisternas

publicado: 31/07/2019 20h01, última modificação: 01/08/2019 19h14

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), por meio da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SNPIR), promoveu nova capacitação referente ao Programa Cisternas. Nesta terça-feira (30), o curso foi realizado em João Pessoa, estado da Paraíba.

As capacitações fazem parte do processo de entrega de cisternas para as comunidades quilombolas, e estão sendo feitas de maneira progressiva nos estados que serão beneficiados. A titular da SNPIR, Sandra Terena, celebrou o avanço do projeto. “Estamos trabalhando para atender nossas comunidades tradicionais no acesso à água, que é um direito fundamental e básico para a sobrevivência humana”, disse.

O titular da Secretaria Nacional de Proteção Global (SNPG/MMFDH), Sérgio Queiroz, é paraibano e falou sobre a importância da ação. “Entendemos que sem o acesso a uma quantidade mínima de água potável, os outros direitos a ela intrínsecos, tais como os direitos à vida e a um nível adequado para a saúde humana e ambiental, bem-estar, segurança alimentar e energética, tornam-se inatingíveis”, afirma.

O curso

A coordenadora de Difusão e Promoção de Políticas para as Comunidades Quilombolas da SNPIR, Arlene de Morais, foi uma das instrutoras no curso. "O estado da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano, vem priorizando a execução de políticas públicas para povos e comunidades tradicionais, principalmente na construção de cisternas para quilombolas”, ressaltou.

"A oficina foi bastante interativa, pois o público já possui experiência com execução de políticas públicas para quilombolas. Além disso, contou também com a participação de representantes da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, que integra o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir)", completou.

Cerca de 20 pessoas participaram da capacitação, entre representantes de entidades implementadoras do Programa e representantes da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano. A secretária da Pasta paraibana, Gilvaneide Nunes, compareceu ao evento para dar boas-vindas e agradeceu o Governo Federal por manter a destinação de recursos para as comunidades tradicionais. “A Paraíba está de braços abertos para novas parcerias que beneficiem quilombolas, indígenas e ciganos”, disse.

Programa Cisternas

O Programa Cisternas com recorte para povos e comunidades tradicionais é uma parceria entre o MMFDH e o Ministério da Cidadania. O objetivo é proporcionar acesso à água potável para pessoas que sofrem com a seca. Um total de 140 famílias da comunidade quilombola Kalunga, em Goiás, e mais de 3.600 famílias do semiárido nordestino serão beneficiadas com cisternas instaladas e capacitadas a fazer a manutenção, bem como a gerir a água.

As capacitações relacionadas ao Programa têm ocorrido com a finalidade de preparar as entidades implementadoras, estados e municípios contemplados no desenvolvimento das ações frete povos e comunidades tradicionais.

Reportar erro