Notícias

SNJ participa de Conferência sobre Juventude em Portugal e assina declaração para a proteção dos direitos dos jovens

publicado: 27/06/2019 16h50, última modificação: 02/07/2019 15h02
1 | 4
2 | 4
3 | 4
4 | 4
SNJ participa de Conferência sobre Juventude em Portugal e assina declaração para a proteção dos direitos dos jovens
SNJ participa de Conferência sobre Juventude em Portugal e assina declaração para a proteção dos direitos dos jovens
SNJ participa de Conferência sobre Juventude em Portugal e assina declaração para a proteção dos direitos dos jovens
SNJ participa de Conferência sobre Juventude em Portugal e assina declaração para a proteção dos direitos dos jovens

A secretária nacional da Juventude, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Jayana Nicaretta da Silva, esteve em Lisboa, Portugal, na última segunda-feira (24) para participar da Conferência Ibero-Americana de Ministros e Responsáveis pela Juventude. O principal objetivo consistiu em debater sobre o avanço geral dos países em relação ao Pacto de Juventude e ao Tratado Internacional de Direitos.

Para a secretária, a Conferência foi de grande importância para os jovens brasileiros “pois permitiu estreitamento de relações com outros países e evidenciou a Organização Internacional de Juventude para Ibero-América (OIJ) como uma parceira da SNJ no desenvolvimento de projetos para a juventude”, afirmou.

Promovida pela OIJ, a Conferência abordou temáticas relevantes para os jovens dos países membros, como o Pacto da Juventude 2030. Esse acordo informa sobre os resultados das políticas de juventude e acrescenta iniciativas nacionais e locais aos programas internacionais do Organismo, além de promover ações em diferentes áreas relacionadas ao desenvolvimento da juventude.

Declaração

O evento destacou, ainda, o papel do Tratado Internacional sobre os Direitos da Juventude como instrumento para reconhecer e proteger as demandas juvenis. Por essa razão, foi assinada declaração final, que prevê a criação de um grupo de trabalho para promover a ratificação do Tratado nos países membros, bem como fortalecer o Pacto da Juventude 2030.

Ademais, a declaração reafirma o compromisso de atender as demandas dos jovens em questões como mudança climática, igualdade, trabalho, revolução digital. “As necessidades da juventude são similares em todo o mundo. Emprego, por exemplo, é um anseio compartilhado por onde eu vou”, explicou Jayana. “Por isso, o investimento na profissionalização é crucial para que esses jovens tenham oportunidades no mercado de trabalho”, finalizou.

Além dos países membros da OIJ e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CLPL), também estiveram presentes no evento o secretário geral da OIJ, Max Trejo, e o secretário geral adjunto da OIJ, Javier Ruiz. A próxima Conferência de Ministros e Responsáveis pela Juventude acontecerá na República Dominicana em janeiro de 2020.

Sobre a OIJ

A Organização Internacional de Juventude para Ibero-América (OIJ) é referência na articulação e cooperação internacional em questões referentes aos jovens. Sua criação objetivou o impulsionamento das políticas desenvolvidas pelos países-membros, assim como a produção e difusão de informações relacionadas à juventude. A inciativa também realiza esforços no sentido de envolver os jovens nos espaços de tomada de decisão.

A organização é composta por 21 países membros: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Cuba, Equador, Espanha, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Download: Acesse a Declaração

error while rendering plone.belowcontenttitle.contents
Reportar erro