Notícias

Ministério lança documentário sobre ancestralidade indígena nesta quinta-feira (14)

publicado: 12/03/2019 19h02, última modificação: 12/03/2019 19h02

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lança o documentário “Índio Velho: memória ancestral” nesta quinta-feira (14), às 13h30, em Brasília. A cerimônia terá a participação da ministra Damares Alves.

O documentário aborda temas sobre a pessoa idosa indígena: seu modo de vida, perspectivas, visões culturais e espirituais. A obra também tem o objetivo de despertar, nos diversos órgãos do Poder Público, a necessidade da garantia dos Direitos Indígenas para a faixa etária.

No longa, de 1h15, estão presentes representantes de povos indígenas de cinco regiões do Brasil, como os Pataxó, no Nordeste, os Kaingang, no Sul, os Terena, no Centro-Oeste, os Gavião Kyikatêjê, na Amazônia paraense, e os Guarani do litoral paulista, região de Bertioga.

Iniciativa

O projeto para a realização do documentário nasceu a partir da iniciativa da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI) do ministério, que lançou um edital cuja proposta vencedora foi “O Comitê Intertribal – Memória e Ciência Indígena”.

Os recursos para execução do projeto foram garantidos pelo Fundo do Idoso – MDH, no valor de R$ 801.572,80. A estratégia de garantir a participação do idoso indígena como personagem principal, inclusive em seu próprio idioma, foi pensada nas aldeias, com as lideranças tradicionais.

Inicialmente, o Comitê Intertribal realizou uma viagem para dialogar com os poderes locais, municipal ou estadual, que atuassem sobre o tema. A metodologia utilizada incluiu uma roda de conversa. Na sequência, com a devida anuência dos idosos e das lideranças, o Comitê realizou as filmagens e a coleta dos depoimentos. A última etapa foi a apresentação dos resultados perante esses mesmos atores.

Duração

O processo, desde a concepção do projeto até a finalização do documentário, levou quatorze meses. O Comitê Intertribal contou com uma equipe de trabalho multidisciplinar. Voluntários indigenistas, que atuam no tema, também contribuíram, além de pontos focais indígenas das comunidades contempladas.

Serviço

Dia: 14 de março (quinta-feira)

Horário: 13h30

Local: Auditório Ana Paula Crosara, 8º andar - Edifício Parque Cidade Corporate – Brasília/DF

Reportar erro