Notícias

Ministra Damares discute questões referentes ao trabalho doméstico não remunerado, em evento da ONU

publicado: 11/03/2019 18h40, última modificação: 11/03/2019 19h00
Ministra Damares discute questões referentes ao trabalho doméstico não remunerado, em evento da ONU

Durante mesa-redonda ministerial realizada nesta segunda-feira (11), no âmbito da 63ª Conferência sobre o Status da Mulher (CSW, sigla em inglês), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, debateu boas práticas na provisão de proteção social, serviços públicos e infraestrutura sustentável. As discussões ocorreram na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, Estados Unidos.

Chefe da delegação brasileira, a ministra destacou a transversalidade do tema e a importância de combater desigualdades.

“Muitas mulheres dedicam grande parte seu tempo aos cuidados de pessoas ou a afazeres domésticos de forma não remunerada. No Brasil, as mulheres dedicam cerca de 18 horas semanais a essas atividades, enquanto os homens se ocupam delas por cerca de 10 horas e meia por semana”, afirma.

A titular do MMFDH acrescentou que o tempo adicional de dedicação aos afazeres domésticos, por parte das mulheres, dificulta seu acesso a empregos em jornada integral, “fazendo com que elas, frequentemente, aceitem posições de trabalho informais ou em tempo parcial, comumente caracterizadas pela vulnerabilidade e pela precariedade.”

Desenvolvimento

Sobre as propostas, a gestora enfatizou ações que precisam ser implementadas em todo o país. “Tenho a firme convicção de que o reconhecimento, a valorização, e a redistribuição do trabalho doméstico propiciará o fortalecimento dos vínculos familiares, o cultivo da solidariedade intergeracional, e o engajamento mais produtivo das trabalhadoras e dos trabalhadores de nossos países”, completou.

Acesse o discurso na íntegra

error while rendering plone.belowcontenttitle.contents
Reportar erro