Notícias

MMFDH inicia canal de diálogo para criar parcerias com órgãos públicos do município de Suzano

publicado: 14/03/2019 18h22, última modificação: 14/03/2019 20h06
1 | 2
Fotos: Wellington Macedo - SNDCA/MMFDH.
2 | 2
Foto: Wellington Macedo - SNDCA/MMFDH.
MMFDH inicia canal de diálogo para criar parcerias com órgãos públicos do município de Suzano
WhatsApp Image 2019-03-14 at 18.44.55.jpeg

A Secretaria Nacional da Criança e do Adolescente – do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos – ofereceu apoio nesta quinta-feira (14) para trabalhar em parceria com os órgãos municipais de Suzano (SP) para auxiliar na implementação de políticas públicas voltadas para a criança, adolescentes e familiares das vítimas do atentado na Escola Estadual Raul Brasil.

Membros da Pasta estão na cidade paulista para acompanhar o atendimento após a tragédia que vitimou oito pessoas, além dos dois atiradores. Segundo a secretária Nacional da Criança e do Adolescente, Petrúcia Andrade, o objetivo é que os governos federal e municipal trabalhem em conjunto em ações preventivas de conscientização de pais, alunos e do corpo docente.

“O município está reestruturando a própria rede e nos colocamos à disposição. Temos tecnologias sociais, vários projetos e apoios de cooperação internacional para possibilitar a eles projetos que os ajudem a desenvolver essas políticas”, explica.

O Ministério acompanha, principalmente, a observância dos protocolos de atendimento a vítimas adolescentes, previstos em tratados internacionais, e está de acordo com os procedimentos. Uma equipe técnica local está recebendo as famílias e encaminhando-os para os psicólogos da prefeitura de Suzano e do Centro de Referência de Atendimento à Vítima (Cravi), ajudando em todas as demandas das famílias, inclusive no deslocamento dos parentes e amigos das vítimas.

Para Murilo Inocêncio, da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, o apoio do Ministério é fundamental na crise instalada na cidade. “É o combustível necessário para que a gente possa seguir na incrementação de políticas públicas local”, explica.

A coordenadora Geral dos Programas da Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Eliana Passarelli, agradeceu o apoio do governo federal. “Pela primeira vez eu vejo um Ministério disponibilizar seus componentes numa situação de calamidade, vindo até o local da crise articular medidas efetivas”, disse.

A secretária Petrúcia reuniu-se ainda com a coordenadora do CRAS/CREAS, Adriana Lopes Santana, com Secretário Municipal de Educação, Leandro Barssini, com o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, e com a primeira-dama do município, Larissa Ashiuchi. Eles também agradeceram o apoio ministerial.

Reportar erro