Notícias

Apoio a mulheres no DF é tema de reunião entre Governos Federal e Distrital

publicado: 19/11/2019 11h10, última modificação: 19/11/2019 11h10
Apoio a mulheres no DF é tema de reunião entre Governos Federal e distrital

Na última quarta-feira (13), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e a secretária nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto, estiveram no Palácio do Buriti, sede do Governo do Distrito Federal (GDF), para diálogo com o governador Ibaneis Rocha sobre a Casa da Mulher Brasileira (CMB).

A reunião teve o objetivo de discutir alternativas para que os serviços da instituição voltem a ser oferecidos de forma integrada, durante o período de reparo da unidade construída na capital, bem como instalação de Casas da Mulher Brasileira do tipo IV em outras regiões administrativas do DF. A CMB do Tipo IV é uma Casa com custo mais econômico, estimado em 823 mil reais (a casa do tipo I custa, em média, 13 milhões de reais) e está sendo projetada para atender municípios de pequeno porte.

“O trabalho exige união de esforços e vamos mobilizar todos para acabar com o feminicídio. O Brasil será um país seguro para as mulheres”, comentou a ministra. A secretária Cristiane Britto demonstrou preocupação com as mulheres no DF. “Estamos atentos ao aumento do feminicídio no DF e esse diálogo inicial é para garantir políticas públicas efetivas. Estamos mobilizando o Legislativo e o governo local para que as mulheres possam contar com políticas públicas que ofereçam suporte e até mesmo uma saída para o problema”, afirmou Cristiane Britto.

Saiba mais

A Casa da Mulher Brasileira é uma inovação no atendimento humanizado às mulheres em situação de violência. O programa integra, no mesmo espaço, serviços especializados para os mais diversos tipos de violência contra as mulheres: acolhimento e triagem, apoio psicossocial, delegacia, Juizado, Ministério Público, Defensoria Pública e a promoção da autonomia econômica.

Reportar erro