Notícias

Ministério firma acordo com contabilistas para aumentar arrecadação dos fundos da pessoa idosa

publicado: 20/11/2019 20h06, última modificação: 20/11/2019 20h08
Idoso.jpg

 

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) e o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) firmaram, nesta quarta-feira (20), um acordo que estabelece parceria na divulgação das doações via imposto de renda aos fundos do idoso em âmbito federal, estadual e municipal.

A ideia do Acordo de Cooperação Técnica é utilizar o trabalho voluntário da categoria, anualmente contratada por pessoas físicas e jurídicas na formatação da declaração do imposto, para que estes sensibilizem seus clientes a indicarem, em sistema, a destinação de verbas para defesa e promoção de direitos das pessoas maiores de 65 anos.

“Em nosso Ministério lidamos diariamente com as denúncias de maus-tratos, que chegam por meio do Disque 100. E essa parceria é histórica e vai proporcionar a todas as entidades que trabalham com a pessoa idosa o recurso necessário para a proteção dessas pessoas”, disse a ministra Damares Alves, uma das signatárias do Acordo.

O Ministério espera um aumento na arrecadação para os fundos e, além disso, uma melhor disseminação de informações sobre as políticas públicas destinadas à população idosa do Brasil.

“Entendemos que a colaboração do voluntariado dos profissionais da Contabilidade em todo o Brasil será fundamental para o alcance dos objetivos pretendidos, sendo este o principal público a ser alcançado através dessa parceria”, explica o secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antônio Costa.

Os conselheiros e demais diretores presentes se comprometeram a lutar pela causa da pessoa idosa. “O Conselho e a classe da contabilidade tem lutado muito pela divulgação e propagação da criação da Criação dos Fundos dos Idosos dentro dos Conselhos Municipais e Estaduais e acima de tudo para incentivar doações para estes fundos”, afirmou o presidente do CFC, Zulmir Ivanio.

Reportar erro