Notícias

Minuta da Declaração Final é aprovada no 5º Fórum de Juventude do BRICS

publicado: 21/10/2019 17h04, última modificação: 21/10/2019 17h31
BRICS

Foto: Willian Meira - Ascom/MMFDH

Neste domingo (20), foi aprovada minuta da Declaração Final no 5º Fórum de Juventude do BRICS (Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul), evento organizado pela Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Realizada em Brasília, esta edição teve como tema principal o “Empreendedorismo e Novas Tecnologias – Como canalizar o Potencial dos Jovens do BRICS para o Desenvolvimento”.

A minuta consiste nas recomendações definidas durante os grupos de trabalho realizados no sábado (19). O primeiro grupo sugeriu ideias para o tema “Inclusão por meio da educação”, como a criação de incentivos para o intercâmbio de estudantes entre os países do BRICS por meio da facilitação de vistos e da criação de programas universitários e escolares, além da criação de um programa de bolsas para garantir financiamento para ideias impactantes para jovens de qualquer classe social e criar padrões de alfabetização entre os países.

No segundo grupo, foram sugeridas soluções para o tema “Futuro do trabalho”, com foco na preparação e adaptação da juventude às novas realidades dos setores advindos da 4ª Revolução Industrial. Para isso, foi recomendada a criação de um padrão curricular que melhore a educação e a inserção dos jovens no mercado de trabalho.

No tópico de habilidades socioemocionais e a importância dos “softskills”, foi dado destaque à implementação de políticas de acessibilidade, a fim de criar uma sociedade mais inclusiva. Também foi sugerida a criação de uma plataforma na qual os módulos de aprendizado acadêmico, social e emocional alcancem os países membros através de uma plataforma EaD.

O quarto grupo deliberou sobre a temática “Jovens como uma ponte para melhorar as relações intra-BRICS”, em que ficou acordada a troca de informações sobre os programas de intercâmbio de jovens existentes em cada país em todas as cúpulas e a criação de incentivos e diretrizes para o voluntariado entre jovens nos países do BRICS.

O último grupo discutiu sobre o tema “Ascensão social por meio do empreendedorismo e geração de empregos”. Dentre as recomendações estão a criação de um Fundo Misto Comum, utilizando capital privado e governamental, criação de um Fundo de Capacitação, a fim de apoiar as empresas iniciantes, desenvolvimento de zonas econômicas especiais para criar incentivos ao investimento em negócios ou projetos para jovens e promover o comércio comercial intra-BRICS, entre outras.

Para a secretária nacional da Juventude, Jayana Nicaretta da Silva, o compartilhamento de experiências sobre esses temas é essencial para a construção de políticas públicas mais efetivas e embasadas. “É fundamental que os debates traçados neste Fórum tenham como objetivo a ampla valorização do jovem no aspecto da potencialização do desenvolvimento de suas capacidades intelectual, social e econômica, ampliando, por consequência, sua inserção no mercado de trabalho e, assim, garantindo a dignidade e os direitos humanos”, ressaltou.

Encerramento

Com a presença da ministra Damares, o 5º Fórum de Juventude do BRICS foi encerrado na manhã de domingo (20). A atividade teve início na quinta-feira (17). “Fiquei muito feliz por ter sediado esse encontro e me comprometo a lutar para que o que foi aprovado aqui aconteça”, afirmou a ministra, que ainda destacou o momento diferenciado que o Brasil vive. “Nosso presidente tem esse olhar diferenciado para os jovens e eu como ministra irei lutar para que o investimento em políticas públicas para os jovens avance no nosso país”, finalizou.

Download: Acesse a minuta da Declaração Final

error while rendering plone.belowcontenttitle.contents
Reportar erro