Notícias

Na Câmara, ministra Damares Alves promove ações de valorização da família

publicado: 29/10/2019 15h29, última modificação: 29/10/2019 16h11
Seminário

Foto: Willian Meiram/MMFDH

Com foco na promoção do equilíbrio trabalho-família, maternidade e primeira infância, a ministra Damares Alves participou do seminário Família e Desenvolvimento Social nesta terça-feira (29), na Câmara dos Deputados. “O ministério é parceiro nas ações em defesa da família. Viemos para agregar com o Legislativo, com as instituições voltadas à temática e toda a sociedade, em prol da valorização dos vínculos familiares”, disse Damares.

Para a ministra, este é um novo tempo, no qual as ações priorizam o fortalecimento dos laços familiares. “As políticas públicas precisam trazer a família para o centro. Família protegida é nação soberana, é nação próspera”, acrescentou.

A titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) também enfatizou que o órgão conta com oito secretarias nacionais voltadas à criança e adolescente, pessoa idosa, pessoa com deficiência, juventude, mulher, família, igualdade racial e proteção global.

Selo

Integrante do MMFDH, a secretária nacional da Família, Angela Gandra Vidal, citou a importância de envolver toda a família em temáticas como o planejamento familiar e a amamentação. “A paternidade responsável é algo que precisa ser integrada à sociedade. Precisamos investir em políticas públicas que fortaleçam a união da família”, disse.

Angela enfatizou, ainda, que o órgão possui iniciativas como o Selo Empresa Amiga da Família (SEAF). Lançado pelo MMFDH, por meio da Secretaria Nacional da Família (SNF), o SEAF tem a proposta de fomentar e reconhecer a adoção de práticas organizacionais de equilíbrio entre trabalho e família pelas empresas brasileiras, tanto privadas quanto públicas.

“Estamos tratando de um tema que nos é tão caro – a família e o consequente desenvolvimento social que brota de investir nela”, ressaltou.

Evento

O seminário foi promovido pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados, em parceria com as comissões de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, de Seguridade Social e Família, de Educação, e de Trabalho, de Administração e Serviço Público.

Autora do pedido para a realização do seminário, a deputada Daniela do Waguinho (MDB/RJ) destacou estudos recentes na área da neurociência que indicam a primeira infância (da gestação aos três anos de idade) como período crucial para o desenvolvimento pessoal, cognitivo e afetivo. "A família tem um papel fundamental na educação da criança dessa faixa etária", informou.

Reportar erro