Notícias

Sessão solene celebra o Dia Internacional do Idoso

publicado: 02/10/2019 16h45, última modificação: 02/10/2019 17h02
Sessão Câmara

O secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Antonio Costa, participou de Sessão Solene em homenagem ao Dia do Internacional do Idoso, na Câmara dos Deputados, na manhã desta quarta-feira (02). A cerimônia foi promovida pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CIDOSO) da Câmara e pela Frente Parlamentar Mista do Envelhecimento Ativo.

“Na Política Nacional do Idoso não pode haver partido político, não pode ter ações partidárias, tem que ser uma política de Estado, para resgatar o tempo perdido e avançar. E, nessa semana, em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, queremos anunciar os cinco Programas em execução na Secretaria: Programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável, Programa Educar para Valorizar e Respeitar – o Estatuto do Idoso na Prática, Programa Parcerias para a Vida, com ações para orientar e efetivar a fiscalização dos Institutos de Longa Permanência-ILPIs, Programa Viver Dia e o Programa para equipar as ILPIs”, afirmou o secretário.

Em seguida, o representante do ministério anunciou iniciativas que estão sendo implementadas. “Estamos trabalhando, juntamente com a Presidência, para a publicação de um Decreto que prevê a possibilidade de apoio financeiro às ILPIs através do Fundo do Idoso, além do Decreto referente à realização da 5ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa em 2020, com a regulamentação do orçamento”, acrescentou.

"Nossa meta é fortalecer os conselhos municipais, distrital e estadual, para fazer com que a política pública chegue lá onde a pessoa idosa está. Porque é preciso saber viver, e viver com qualidade, com envelhecimento ativo e saudável”, concluiu.

Participação

Pela SNDPI/MMFDH, também estiveram presentes a coordenadora-geral do Sistema de Informações e Acompanhamento de Projetos, Kelly Andrade, e o assessor do Departamento de Políticas Temáticas dos Direitos da Pessoa Idosa, Wanderley Guenka.

"Presenciar a casa lotada diante de um tema tão sensível e, por vezes, esquecido, é uma vitória. A sociedade e o poder público precisam despertar para os desafios decorrentes do crescimento da população brasileira que envelhece", disse Kelly Andrade.

"Sem dúvida, essa ação representa a priorização da pessoa idosa, o respeito ao legado, às experiências e memórias. Um momento de conscientização sobre o necessário enfrentamento às violências e abusos contra a pessoa idosa", complementou Wanderley Guenka.

Reportar erro