Notícias

No âmbito da campanha “Acolha a Vida”, técnico Bernardinho convida profissionais da educação a serem parceiros no combate à automutilação

publicado: 16/09/2019 13h32, última modificação: 16/09/2019 14h15

Com a finalidade de prevenir casos de suicídio e automutilação, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou a campanha “Acolha a Vida”. A iniciativa conta com o apoio de personalidades como o técnico de vôlei Bernardinho. “Quero fazer um apelo a você, professor, coordenador e diretor de escola. Não julgue e não se omita”, convida o atleta em vídeo lançado nesta segunda-feira (16).

Para Bernardinho, o acolhimento é essencial. “Eu, como professor, sei que o dia a dia na escola é muito corrido. Pode ser, até mesmo, estafante para o profissional da educação. São tantas responsabilidades e preocupações com o desempenho, com as notas e com o comportamento dos alunos. Mas hoje eu queria chamar a atenção para outro fenômeno que está acontecendo nas muitas salas de aula – a automutilação.”

“Quem faz isso contra o próprio corpo não está querendo chamar a atenção. Pode ser o sinal de uma dor profunda que só vai sarar com acolhimento, atenção dos pais, da escola e com ajuda médica e psicológica. Fale imediatamente com os responsáveis ou com o Conselho Tutelar da cidade. Em casos extremos, acione o serviço de emergência. Assegure que o aluno foi encaminhado ao psicólogo ou ao psiquiatra. Não demore. Pois a criança ou adolescente pode estar em perigo. Se envolva, abrace, ame”, alerta.

As produções audiovisuais integram, também, as ações do Setembro Amarelo para a prevenção ao suicídio.

Campanha

O MMFDH lançou a campanha “Acolha a Vida” em abril deste ano. A iniciativa visa prevenir suicídios e automutilação em todas as faixas etárias, especialmente crianças, adolescentes e jovens.

A ação conta com a consultoria do psicólogo especialista em Prevenção do Suicídio e doutorando da Universidade de Brasília (UnB), Carlos Aragão, e do psiquiatra da Infância e da Adolescência do Hospital Universitário de Brasília (HUB), André Salles.

Assista ao vídeo com o técnico Bernardinho

 

Acesse mais informações sobre a campanha

Reportar erro