Notícias

Seminário internacional propõe soluções voltadas à população em situação de rua

publicado: 09/09/2019 20h26, última modificação: 09/09/2019 20h29
Seminário

Foto: Willian Meira - Ascom/MMFDH

A fim de discutir e compartilhar experiências de implementação de políticas públicas para a população em situação de rua, nesta segunda-feira (09) foi realizada a abertura da visita técnica da Rede Calle ao Brasil, durante o “Seminário Internacional: Políticas Públicas para a População em Situação de Rua e Migrantes”, promovido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). O evento teve a participação da ministra Damares Alves, além de representantes do Uruguai, Chile, Paraguai, Costa Rica e Colômbia.

“Mais Brasil, menos Brasília. Vamos fortalecer as políticas públicas, os municípios, para ninguém ficar para trás. Essa é uma nação extraordinária, que de fato acolhe", afirmou a ministra ao dar as boas-vindas. Ela também ressaltou ações do Governo Federal para a população em situação de rua e migrantes, no âmbito do MMFDH. O órgão conta com a Coordenação-Geral dos Direitos das Populações em Situação de Risco da Diretoria de Promoção e Educação de Direitos Humanos, na estrutura da Secretaria Nacional de Proteção Global (SNPG).

A mesa de abertura também teve a presença do ministro da Cidadania, Osmar Terra, que discursou sobre a necessidade de ampliar os serviços da assistência em função do aumento do público vulnerável nos últimos anos, além de abordar a integração entre os dois ministérios.

O público foi composto, ainda, por integrantes do Movimento Nacional da População em Situação de Rua e entidades que atuam com população em situação de rua e assistência social.

Agenda

No segundo dia serão apresentadas duas experiências de projetos-piloto de Moradia Primeiro no Brasil e as experiências do Chile e do Uruguai, numa mesa de debate sobre Experiências de Housing First na América Latina. O secretário nacional de Proteção Global, Sérgio Queiroz, participará da mesa de abertura. No período da tarde, após um almoço no restaurante popular com as pessoas em situação de rua, as delegações dos países irão acompanhar os técnicos dos ministérios em visitas aos serviços para a População em Situação de Rua no Distrito Federal.

A agenda se estende até a próxima sexta-feira (13), período no qual as delegações irão conhecer os serviços de São Paulo e Fortaleza.

 

Reportar erro