Notícias

Programa voltado à Pessoa Idosa tem capacitação online disponibilizada

publicado: 11/02/2020 10h53, última modificação: 11/02/2020 15h50
Programa voltado à Pessoa Idosa tem capacitação online disponibilizada

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) realizou nessa segunda-feira (10) a primeira capacitação de 2020 para gestores municipais acerca da implementação do Programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável (PVEAS). A oficina, que tem a finalidade de instruir gestores em relação à execução do Programa, foi transmitida ao vivo e está disponível no YouTube para qualquer pessoa que queira assistir ao conteúdo online.

A disponibilização desse material tem a finalidade de esclarecer eventuais dúvidas de estados e municípios sobre o Programa e de alcançar o maior número possível de entes federativos.

Programa Viver

De acordo com o Decreto nº 10.133/2019, o Programa Viver tem o objetivo de proporcionar a inclusão digital e social da Pessoa Idosa para possibilitar sua participação em atividades de saúde, tecnologia digital, educação e mobilidade física.  Melhorando sua qualidade de vida, o Programa visa contribuir para a promoção do direito ao envelhecimento ativo e saudável, em conformidade com as diretrizes dispostas no Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003) e na Política Nacional do Idoso (Lei nº 8.842/1994).

Como aderir ao Programa

Para aqueles que desejarem aderir ao PVEAS, o Ministério também divulgou as orientações e procedimentos necessários, recentemente, por meio da Cartilha do Gestor Municipal, que pode ser acessada ao final desta matéria. A Cartilha contém detalhes sobre o Programa e instruções para que o estado ou município solicitem a adesão.

Segundo o titular da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI), Antonio Costa, “foi um pedido da ministra Damares Alves que o MMFDH levasse aos estados e municípios essa nova política a favor dos idosos”.

Acesse a gravação da Capacitação de Gestores

Acesse a Cartilha do Gestor Municipal

Reportar erro