Notícias

Ligue 180 passa a receber denúncias sobre tragédia em Brumadinho/MG

publicado: 28/01/2019 15h45, última modificação: 28/01/2019 15h45
imagem

Neste domingo (27), o Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher começou a receber denúncias sobre a tragédia causada pelo rompimento de barragem em Brumadinho/MG. Até as 14h foram registrados quatro telefonemas com reclamações contra a mineradora responsável. Conduzido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), o serviço gratuito recebe ligações de todo o Brasil e mais 16 países.

No âmbito internacional, a ferramenta pode ser acionada na Argentina (ligar para 0800 999 5500, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Bélgica (ligar para 0800 10055, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Espanha (ligar para 900 990 055, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Estados Unidos – São Francisco (ligar para 1800 745 5521, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), França (ligar para 0800 999 5500, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Guiana Francesa (ligar para 0800 99 5500, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Holanda (ligar para 0800 022 0655, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Inglaterra (ligar para 0800 89 0055, discar 1 e informar o número 61 3799-0180).

Completam a lista, Itália (ligar para 0800 172 211, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Luxemburgo (ligar para 0800 2 0055, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Noruega (ligar para 8001 9550, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Paraguai (ligar para 0085 5800, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Portugal (ligar para 800 800 550, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Suíça (ligar para 0800 55 5251, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Uruguai (ligar para 000 455, discar 1 e informar o número 61 3799-0180), Venezuela (ligar para 0800 100 1550, discar 1 e informar o número 61 3799-0180).

 

Disque 100

 

O Disque 100 – Disque Direitos Humanos, outra ferramenta do MMFDH, foi procurado por 38 pessoas nas primeiras 24 horas após a abertura do serviço para informações referentes à situação no município mineiro. Entre os contatos, 32 correram para informar desaparecimentos, três avisaram o paradeiro de vítimas, duas denunciavam violação de direitos e uma alertou sobre novos riscos de desabamento na região.

As mensagens foram encaminhadas às autoridades estaduais de Minas Gerais. “Qualquer informação neste momento é preciosa e pode salvar vidas. Quanto mais pessoas ajudarem, mais poderemos contribuir com as autoridades que estão diretamente envolvidas no resgate”, diz a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

O serviço pode ser considerado como “pronto-socorro” dos direitos humanos, pois atende também graves situações de violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estão em curso, acionando os órgãos competentes, possibilitando o flagrante. 

Expediente

O Disque 100 e o Ligue 180 funcionam 24 horas por dia, todos os dias da semana, incluindo sábados, domingos e feriados.

Reportar erro